Buscar
  • INDAMA

Afinal, o que é a pegada ecológica e o que ela representa?



Seja empresa ou pessoa, todos deixam uma marca nos ambientes em que vivem. Afinal, consumimos alimentos, produzimos lixo e usamos meios de transportes. Nesse sentido, esse rastro é a nossa pegada ecológica, que deve ser menor que a capacidade do planeta de absorver seus resultados. Assim, é possível garantir o equilíbrio da Terra.


No post a seguir, confira mais sobre o que é pegada ecológica e por que é importante. Saiba também como realizar o seu cálculo. Além disso, veja dicas de como diminuir a sua. Boa leitura!


Pegada ecológica: o que é e por que conhecê-la?


O conceito de pegada ecológica faz parte da área de contabilidade ambiental. Basicamente, ela significa o quanto uma pessoa ou comunidade consome de recursos e quanto isso gera de pressão no planeta. Ou seja, quanto mais consumo e maiores rastros, menos o planeta conseguirá absorver esses resíduos, o que sobrecarregaria a sua biocapacidade.


Aliás, o exemplo mais clássico está relacionado às grandes emissões de CO² na Terra, que ao desequilibrarem o sistema natural, acabaram por causar danos à Camada de Ozônio.

Dessa forma, entender esse conceito e saber como calcular a pegada, que é medida em hectares globais (gha), é uma forma de verificar se o consumo é sustentável. Inclusive, é algo que pode ser feito em relação a um país, cidade ou mesmo uma casa.


Como realizar o cálculo da pegada ecológica?


A pegada ecológica é medida em hectares globais, mas o que é isso? Ela corresponde a um hectare de produtividade mundial para terras e águas, durante um ano. Ou seja, quanto mais hectares consumidos, menor a produtividade de recursos tende a ser e esse é um cenário não muito distante a nível global.


Segundo José Eustáquio Diniz Alves, doutor em demografia, em 1961, com uma população mundial de 3 bilhões de habitantes, a pegada ecológica mundial era de 7 bilhões de gha, para uma capacidade de 9,6 bilhões de gha. Já em 2014, com uma população de 7,4 bilhões, a pegada mundial era de 2,84 gha por pessoa, mas a biocapacidade era de apenas 1,68 gha.


O cálculo


Para realizar o cálculo são analisados os seus hábitos, que podem ser calculados por diversas ferramentas online. No site Pegada Ecológica, apoiado por instituições governamentais, é possível usar a calculadora para analisar seus hábitos e obter um resultado. Nesse caso, são analisados aspectos como:

  • o tipo de alimentação que se tem;

  • qual o tamanho de sua casa, quantas pessoas vivem nela e como são os hábitos de consumo de energia;

  • quanto você gasta em bens;

  • quanto você gasta com serviços pessoais, comunicação e entretenimento;

  • o consumo de tabaco ou não;

  • os hábitos de transporte.

Assim, podemos realizar um exemplo. Uma pessoa vegana, que mora sozinha em uma casa de 8 cômodos, com ar condicionado, chuveiro elétrico e lâmpadas LED; que tem o hábito de retirar aparelhos da tomada, não consome bens com frequência, mas usa muitos serviços de entretenimento, além de fumar, viajar bastante de avião ao longo do ano e usar apenas transporte público, teria uma pegada aproximada de mais de 5 planetas Terra consumidos.

É claro que os resultados variam conforme os hábitos reais e outros fatores a serem considerados pelas diferentes ferramentas, mas é possível ter uma ideia com a calculadora de quanto é a sua pegada. Com isso, pode-se tomar atitudes para reduzi-la.


Como reduzir a pegada ecológica?


Atualmente, o planeta superou sua capacidade máxima de pegada ecológica. Por isso, não só as empresas, mas cada pessoa pode ter atitudes positivas para reduzir a sua. Veja algumas delas a seguir!


Consuma alimentos sustentáveis

Comer é necessário para a vida, mas nesse sentido, existem boas escolhas que você pode fazer. Por exemplo, procure comprar no supermercado apenas aqueles alimentos que você não encontra em outras fontes perto de casa. Quanto a legumes, verduras e frutas, uma boa opção é adquirir em feiras ou hortas comunitárias. Já se sua casa tem espaço, é possível plantar os seus próprios insumos.


Controle o uso de energia em casa

Produzir energia usa muitos recursos naturais. Nesse sentido, é importante controlá-la, mesmo sendo sempre disponível. Para isso, procure seguir as dicas práticas como:

  • apague as luzes quando não estiver em um cômodo;

  • tire os aparelhos da tomada se não estiver usando;

  • opte por lâmpadas LED;

  • aposte em tecnologias sustentáveis;

  • use o design e a iluminação natural;

  • compre aparelhos que gastam menos energia;

  • troque de aparelhos apenas quando precisar.


Opte por transportes otimizados

Os veículos são grandes responsáveis pelas altas emissões de gás carbônico. Nesse sentido, procure usar o transporte público, sustentável ou se locomover a pé, sempre que for possível. Quanto a viagens, busque dividir o transporte com amigos e família ou prefira os meios públicos menos impactantes, como trens.


Compre o necessário

Às vezes, não paramos para pensar, mas o consumo pessoal de bens também é um grande fator para usar recursos. Por exemplo, a produção de roupas é uma delas e quando você adere a uma rápida troca das peças, sustenta essa indústria.

Sendo assim, procure comprar menos peças novas ou opte por adquiri-las em bazares ou vendedores de segunda mão. Outra opção é participar de programas de trocas de roupas e aluguel.


Invista em energia solar

Uma casa sustentável passa por fontes de energia renováveis. Sendo assim, investir em energia solar é uma das melhores soluções.


Com uma capacidade atual de mais de 13 GW, destes mais de 8 GW correspondendo à geração distribuída e 43,6% sendo produzido em residências, essa fonte já provou suas vantagens e veio para ficar.


Tornando-se mais popular a cada ano, a energia solar tem atraído o interesse de cada vez mais consumidores individuais, que querem liberdade para escolher de onde vem sua energia, além de aproveitar as vantagens que os créditos excedentes podem oferecer, garantindo uma economia na conta de luz de até 95%.


Além disso, benefícios como valorização de seus imóveis e a possibilidade de um estilo de vida mais sustentável são importantes a considerar, principalmente para quem quer reduzir sua pegada ecológica.


A ajuda da LYS SOLAR


Sendo assim, para instalar o seu projeto, você pode contar com a LYS SOLAR. A sua conta de luz e o planeta agradecem.


A pegada ecológica é um conceito importante hoje em dia. Afinal, com ela é possível saber quantos rastros uma pessoa ou empresa está deixando no planeta. A partir desses dados, ações positivas e novos hábitos podem ser tomados para reduzir o impacto na Terra. Dentre eles, o uso de energia solar é um dos melhores caminhos. Afinal, além de ser sustentável, também garante a economia na sua conta de luz e pode durar décadas, seguindo a preservação do seu sistema de painéis solares.


Quer garantir um sistema de qualidade, que vai tornar sua rotina mais sustentável?


Fale com a gente!

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo